A genialidade de Kenji Fukuda em exposição na Galeria Arte12b

Atualizado: 16 de mai. de 2020

Um dos artistas plásticos nacionais mais renomados, Roberto Kenji Fukuda, ou apenas Fukuda para aqueles que já se depararam com seu trabalho, possui em suas obras características marcantes, que o tornam inesquecível após apenas um olhar.


Nascido em Indiana/São Paulo em 1943, Fukuda faz parte da geração nissei – a segunda geração de imigrantes nipônicos no Brasil -, sendo seu pai, Tamotsu Fukuda, um dos imigrantes pioneiros, e de quem herdaria o talento artístico, ainda muito cedo, aos doze anos.


Kenji Fukuda na Arte12b
O artista plástico de descendência nipônica, Fernando Kenji Fukuda.

Em suas obras, é possível perceber sua ligação com a cultura japonesa, o que para Fukuda, não vem de uma inspiração, mas trata-se de “um traço espontâneo e natural”.

Traço que amadureceu ao longo dos anos. Inicialmente, Fukuda se dedicou por um longo período a pintura figurativa, retratando, especialmente, paisagens, natureza morta e marinha.


A partir da década de 80, junto ao seu amadurecimento cronológico e profissional, veio sua fase de maior sucesso, com a pintura abstrata, que lhe rendeu renome nacional e internacional.



Obra de Kenji Fukuda em projeto de arquitetura de Marina Dal Ponte
Projeto de arquitetura: Marina Dal Ponte

Além das telas, Fukuda dedica-se a escultura, produzindo trabalhos exímios.


Neste campo, seu maior destaque no Brasil é o monumento comemorativo aos Jogos Pan-Americanos, localizado no "Boulevard do 'Pan", na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro em 2007. Com 15 metros de altura e cinco toneladas, o monumento mescla diferentes expressões suas como artista plástico.

A escultura é considerada por críticos de arte como uma das mais elaboradas do país.


Monumento em homenagem aos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro em 2007. A obra criada por Fukuda possui 15m de altura.
Monumento em homenagem aos Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro em 2007. A obra criada por Fukuda possui 15m de altura.

Suas obras marcam os ambientes com cores fortes e intensas, e podem ser apreciadas em Gramado, na Galeria Arte12b, e em outros importantes centros expoentes de arte.


Além de galerias de arte e exposições no Brasil e no mundo – o artista já participou de exposições coletivas em Delaware, Miami e Los Angeles (EUA), Iwakuni (Japão) e Paris (França) e realizou exposições individuais em Madrid (Espanha), Miami e Nova Iorque (EUA) -, é possível encontrar o trabalho de Kenji Fukuda em alguns museus, como o Museu de Arte de São Paulo (MASP), o Museu de Arte Contemporânea de Curitiba, o Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul e o Museu de Arte de Brasília.


Para saber mais sobre este artista, clique aqui