Conheça os longas nacionais que estão concorrendo ao Kikito desse ano

O festival de cinema de gramado que é uma grande referência nacional e se reinventa mais uma vez disponibilizando toda a sua programação nas plataformas digitais, (Canal Brasil TV e na plataforma de streaming Canal Brasil Play, além de estarem disponíveis no Globosat e Globoplay) onde você pode conferir a exibição dos longas. Iniciado dia 17 e com encerramento marcado para 26 de setembro.


Aqui você pode conferir um pouco sobre as produções que estão concorrendo pelo Kikito na categoria de “longa metragem nacional”.



King Kong em Asunsión (2020)



Sinopse:

A Produção de Camilo Cavalcante ambientada entre um clima desértico e interior do Paraguai, conta a história de um idoso ( Andrade Júnior) que trabalha como assassino de aluguel e que acaba por se questionar sobre o sentido da sua vida, e assim decide ir em busca de conhecer sua filha.



Por que você não chora? (2020)



Sinopse

Com direção de Cibele Amaral a obra trás a luz temas como depressão e suicídio. Jéssica e Barbara duas personagens quase antagônicas, acabam se conhecendo quando Jéssica (em estágio da faculdade de psicologia) atende Bárbara, com o tempo que acabam passando juntas Jessica passa a se questionar suas próprias atitudes.



Aos pedaços (2019)



Sinopse

Eurico Cruz acorda com um bilhete contendo uma ameaça de morte, ele não sabe quem é o autor, nem oque esse dia o reserva estando mergulhado em uma trama de ódio paixão e suspeitas . Direção Ruy Guerra.



Todos os Mortos (2020)



Sinopse

O ano é 1899 no estado de São Paulo durante o período pós abolição duas famílias distintas aparecem, uma com histórico escravagista e a outra de escravizados, a primeira buscando manter seus privilégios enquanto a segunda luta por liberdade e a construção de um futuro próprio. Direção: Caetano Gotardo e Marco Dutra.




Um Animal Amarelo (2020)



Sinopse

Com direção de Felipe Bragança o longa mostra um Jovem a procura de pistas sobre o misterioso e violento passado de seu avô. Fernando, 33, um cineasta brasileiro, enfrenta uma jornada continental passando pelo Brasil, Portugal e Moçambique.




Me chama que eu vou (2020)



Sinopse

O documentário retrata os pontos mais marcantes da carreira do cantor, dançarino e ator Sidney Magal, mostrando o desde o passado até os dias atuais ao longo de um período de 50 anos, tudo sobre o homem que existe por trás dessa figura icônica. Direção: Joana Mariani




SP e O Samba é primo do Jazz (2020)



Sinopse

O documentário e cinebiografia tem como protagonista Alcione Dias Nazareth, grande cantora brasileira mostrando desde suas primeiras influencias e referências musicais, como se estabeleceu no mundo da musica.


Você pode conferir também os debates, as entrevistas das mostras brasileiras e estrangeiras e homenageados, além da premiação pelo Facebook, site oficial do Festival e YouTube.

054 3878 3723

Rua Dr. Ricardo Stumhoffel, 120, Centro,

Gramado, RS