É possível se apaixonar por uma pintura?




Hoje de manhã, eu abri a galeria de arte, sentei em minha cadeira, e

dediquei alguns minutos a apreciar uma obra da artista Maróstega. A obra ilustra uma menina delicada, com olhos grandes. É uma das minhas obras favoritas da galeria, com certeza.


Com o passar do tempo, eu comecei a experimentar uma sensação de acolhimento. Um conforto, semelhante ao de um abraço.



Depois disso, um pensamento me veio à mente: Será possível se apaixonar por uma obra de arte?


Não, não estou falando no sentido figurado. Existem pessoas que relatam sensações semelhantes à de estar apaixonado ao ver alguma obra, alguma pintura ou escultura.


Sabe aquele frio na barriga? As borboletas no estômago, a falta de ar e o êxtase de apreciar a beleza de algo? É o que muitos sentem ao ver algumas obras em específico.


Existe pouco conteúdo sobre o assunto na internet, mas um estudo do neurobiólogo Semir Zeki, da Univeristy College de Londres de 2011, afirma que fez voluntários observarem um total de 28 obras, entre elas O Nascimento de Vênus, de Botticelli, Vênus de Urbino, por Ticiano, entre outras.



Semir Zeki afirma que observar uma obra de arte pode dar tanto prazer como estar apaixonado. Ele concluiu em seu estudo que observar certas imagens incentivam a liberação de dopamina no nosso cérebro, resultando em sensações intensas.


Dr Stephen Deuchar, na época diretor do Fundo de Arte do Reino Unido dizia: "Sempre acreditei profundamente que a arte é importante, por isso é emocionante ver algumas evidências científicas para apoiar a visão de que a vida é aprimorada pelo contato instantâneo com obras de arte" respondendo aos estudos de Zeki.


Obras de arte tem papel até mesmo terapêutico para algumas pessoas. A sensação de satisfação, felicidade, prazer e acolhimento que uma obra pode proporcionar é incrível, e pode melhorar o dia de alguém em instantes, além de ter benefícios na saúde.


Existe um termo chamado "fictossexualidade" nome dado ao fato de sentir atração por personagens fictícios, sejam eles desenhos ou interpretados por humanos na vida real. Isso é sinal de que existe um grupo grande de pessoas que sentem atração e até mesmo se apaixonam por personagens durante longos períodos de tempo.

Antea - Parmigianino




No mundo da arte, também temos relatos de pessoas que se apaixonaram por pinturas como Antea, de Parmigianino, Vênus de Urbino, por Ticiano, Mona Lisa, por Da Vinci... A lista segue.








Tem até mesmo o caso de Van Gogh, que se apaixonou pelo amarelo! (Embora isso não seja totalmente verídico).


Em conclusão, sim, é possível se apaixonar por uma obra de arte. Quando for escolher algum quadro para colocar em sua parede, escolha uma obra que te faça se sentir nas nuvens!


Obrigado por ler :)

Caio Ramírez