PAIM

Ainda criança, começou a desenhar e influenciou colegas de escola. Paim é um artista jovem, com jeito de menino brincalhão e traços de um artista formado. Com “tranças ao vento”, já viajou muito com os seus “pinéis nas costas”. O artista residiu em Florianópolis, Balneário Camboriú, Curitiba, São Paulo, entre outras cidades. Esse seu espírito desbravador lhe trouxe a chance de apresentar os seus respingos pelo Brasil.

Falando em respingos, estes, tornaram-se praticamente a sua assinatura. As gotas de tinta preta, em forma de explosão, estão sempre presente em volta de seus personagens.

O fundo da cena de suas telas é bastante limpo, com cores vibrantes que variam entre vermelho, amarelo, azul... O pronto principal da tela é a forma física dos personagens, sempre desenhados em preto.

Entre seus temas corriqueiros, observamos a ambivalência humana e animal, o corpo em movimento e a musicalidade - uma de suas preferidas. Já fez homenagens a David Gilmour, The Rolling Stones, The Beatles, entre outros astros do rock. Paim explora muito bem a conexão dos instrumentos musicais com a estrutura física das pessoas, como se fossem um corpo só.

Gostou deste artista?

Compre Online

Não temos nenhum produto para mostrar no momento.

gostou desta obra mas ficou com alguma dúvida?

conheça outros artistas